Um pouco de história

Um pouco de história

1997. Nasce a Enerfín. Nesse mesmo ano participa na usina eólica de Malpica (Corunha, Espanha) de 15 MW.

1998 - 2002. Desenvolve 150 MW em Navarra e constrói suas usinas eólicas de Páramo de Poza (100 MW) em Burgos.

2004. Colocação em funcionamento das usinas eólicas de Tarifa (Cádiz), com um total de 54,4 MW.

2005. A Enerfín conclui a construção de seu complexo eólico Faro-Farelo de 128 MW na Galiza, nesse momento, a maior usina eólica da Europa. 

2006. Entra em funcionamento seu primeiro projeto internacional localizado em Osório, Rio Grande do Sul (Brasil) de 150 MW, posteriormente ampliado em várias fases. Foi o maior complexo eólico da América Latina.

2009. Termina a construção das usinas eólicas de Villanueva (67 MW), na Comunidade Valenciana.

2013. A Enerfín consolida sua atividade internacional com a colocação em funcionamento da usina eólica de l'Érable de 100 MW no Québec (Canadá).

2014. Com a colocação em funcionamento das usinas de Dos Indios 2 e 3, em Ósorio, o Complexo Eólico de Ósorio-Palmares chega aos 375 MW em operação.   

2017. A usina eólica de Malpica é renovada tecnologicamente com a colocação em funcionamento de 7 aerogeradores que substituem os 69 anteriores.

2020.  O parque eólico Cofrentes de 50 MW em Valência inicia a operação comercial, sendo o primeiro parque eólico a ser lançado na comunidade valenciana desde 2012.

2020. O parque eólico São Fernando I de 76,2 MW inicia a operação comercial, sendo o primeiro parque eólico no complexo São Fernando de 256 MW (no Rio Norte) a ser comissionado.